VELOTROL

31 Out 2016 / POR Robinho CQG
Hoje pela manhã tive mais uma daquelas experiências que marcam a vida de um homem e trás aquela sensação maravilhosa de realização.
Há um tempo atrás estava passeando no shopping com minha esposa e minha filha Alícia de apenas 2 anos, ao passarmos por uma loja de brinquedos percebi que na vitrine da loja o que chamava a atenção da minha filha era um velotrol o qual ela chama de bicicleta, ao parar em frente ao veículo de pedal ela dizia:
-Olha papai, “biciqueta”, é “biciqueta” papai!
Eu respondi:
-É filha, é um velotrol
Prosseguimos o nosso passeio normalmente e essa foi somente mais uma das muitas frases que a falante Alícia disse em todo o passeio em família.
Mas ontem, ao entrar apressadamente em uma loja para comprar uma arara de roupas passei por um setor onde havia brinquedos e logo acima um velotrol rosa, passei rapidamente comprei a arara e voltei para o escritório, mas o velotrol ficou em minha mente o tempo todo durante todo o dia, e claro, ao lembrar do velotrol lembrava da minha filha, e comecei a visualizar minha filha se divertindo e realizada brincando e pedalando, então ao sair do escritório fui correndo na loja comprar o velotrol com uma alegria que não tem explicação, já imaginando como seria quando eu chegasse em casa e fizesse uma surpresa para a pequena.
Mas ao chegar em casa, minha esposa já estava fazendo ela dormir, eu sussurrei para minha esposa:
-Comprei o velotrol para a Alícia
Ela me disse:
-Amanhã cedo você entrega, ela precisa dormir agora
Confesso que fiquei um pouco frustrado, pois imaginei aquela cena o dia inteiro.
Hoje pela manhã, ela acordou cedo (como sempre) e começou a correr pela casa, me levantei, busquei o velotrol e deixei dentro da sacola e disse:
-Vem vê filha o presente que o papai e a mamãe compraram pra você
Ela correu e ao abrir ficou eufórica, já foi logo subindo e colocando os pés no pedal e fazendo força para pedalar como quem dizia, eu sei como anda nisso aqui.
Empurrei pelo quintal por alguns momentos e parecia que o presente era pra mim, parecia que a surpresa era pra mim, uma realização que não tem como explicar. Foi quando eu ouvi claramente o Senhor falando ao meu coração:
-É assim também que me sinto meu filho quando te abençoo, realizado, eu já sei o que você quer somente pelo seu olhar, mesmo sem pedir eu já sei o desejo do seu coração, mas assim como foi com a Alícia, assim também é contigo, tem o tempo de espera, e na manhã certa eu deixo a sacola para você abrir as bênçãos que estão disponíveis exclusivamente pra você, e assim como você visualizou a Alicia brincando com o velotrol eu também já visualizo você desfrutando daquilo que tenho pra te entregar.
E nesse momento eu refleti e pensei, pois é Senhor, eu não faço nada pra merecer, assim como a Alícia não fez nada para ter o velotrol que tanto desejava.
E mais uma vez o Senhor me disse, não é preciso fazer nada, basta ser filho, eu me realizo com suas realizações.
Encerro esse artigo com a frase que está em meu coração hoje:
“SER FILHO DE DEUS É MUITO BOM, MAS MELHOR AINDA E TER DEUS COMO PAI”

Mateus 7:11
Se vós, pois, sendo maus, sabeis dar boas coisas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará bens aos que lhe pedirem?
Sobre mim
Robinho CQG

Robson da Cunha Carmo, casado com Elaine F. Maluf da Cunha e pai da Alicia Maluf da Cunha, é também conhecido como Robinho CQG, reside em Teresópolis-RJ.